Porto Belo

CÂMARA QUESTIONA EXTENSÃO DE REDE NO SERTÃO DE SANTA LUZIA

Opresidente da Câmara Municipal, vereador Joel Lucinda (MDB), submeteu ao plenário, na reunião desta segunda-feira (24), requerimento pedindo explicações à gerência regional das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) sobre um projeto de extensão da rede de alta tensão executado no Sertão de Santa Luzia. No documento, aprovado na sessão, Joel destaca a intervenção feita na rua Lino Martins, onde, segundo ele, a instalação dos postes dificultará futuros planos de urbanização da via.

“Se for asfaltar ou for calçar, não tem como fazer calçada, porque a torre [de energia] vai ficar em cima”, afirmou, em fala na tribuna. Joel ainda lembrou que o bairro tem sofrido com constantes quedas de energia, situação que ocorre em outras localidades do município, e que, apesar dos reiterados pedidos de melhoria protocolados pelos vereadores, os problemas persistem. “A Celesc está deixando muito a desejar”, disse.

HEMOSC

Durante a mesma sessão, os parlamentares deliberaram sobre mais três requerimentos, todos de autoria de Diogo Santos (MDB). O primeiro, encaminhado à direção geral do Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc), reitera pleitos anteriores do vereador acerca da possibilidade de o órgão deslocar uma unidade móvel para atender ao município de Porto Belo e também instituir uma unidade do Hemosc na região da Foz do Rio Itajaí. Atualmente, os centros de coleta de sangue mais próximos estão em Blumenau e Florianópolis.

O segundo requerimento do emedebista, endereçado ao prefeito Emerson Stein (MDB) e à secretária municipal de Educação, professora Rosane Grauppe, pede que seja retomado o treinamento em primeiros socorros de professores e demais servidores da rede municipal, conforme preconiza a Lei Municipal 2.657/2018, oriunda de um projeto de lei do vereador e executada apenas em 2019, devido à pandemia. O vereador e professor Juliano Cota (Progressistas), que na ocasião realizou o treinamento, elogiou a iniciativa: “É muito importante saber lidar em situações de emergência dentro do espaço escolar, que é um espaço que está sujeito a acontecer qualquer coisa, e um professor preparado pode solucionar problemas antes mesmo de chegar o atendimento do Samu ou do Corpo de Bombeiros”, observou.

Por fim, Diogo questiona o Governo Municipal a respeito da execução do programa Criança Segura, instituído pela Lei Municipal 2.786/2019 a partir de um projeto aprovado pela Casa, do qual ele é coautor. Referido programa prevê a instalação de câmeras de monitoramento em unidades de ensino do município. O parlamentar ressalta que o objetivo da ação é garantir a segurança de alunos e servidores e prevenir atos de vandalismo e violência dentro do ambiente escolar.

DOAÇÕES

O plenário da Câmara também encaminhou a aprovação de dois projetos de lei parlamentares: o de número 17/2021, de Diogo Santos, que institui a campanha do agasalho em nível municipal (Aqueça um Coração Portobelense), e o 19/2001, cuja autora é Silvana Stadler (PL) e estabelece um programa de incentivo à doação de cabelos para confecção de perucas (Doe Esperança). Os beneficiários serão os pacientes do Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon), localizado em Florianópolis e referência no tratamento de câncer em Santa Catarina.

Tópicos

Equipe de Notícias

Hora da Notícia é um jornal online, atualizado em tempo real através do endereço www.horadanoticialitoral.com.br, que disponibiliza informação geral independente e pluralista.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Campeonato Brasileiro

Carregando…

Campeonato Brasileiro

Media of the day