Santa Catarina Saúde

SC recebe mais de 394 mil doses de vacina contra Covid-19 até quarta

Santa Catarina receberá entre terça (27) e quarta-feira (28) 394.090 doses de vacina contra a Covid-19. As doses da AstraZeneca, Coronavac e Pfizer chegarão ao Estado em três voos.

As 113.600 doses de Coronavac e 36.100 doses de AstraZeneca (Fiocruz) devem desembarcar no Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, na terça (27), às 10h20. Já o lote com 171.750 doses de AstraZeneca (Fiocruz) chegam em SC, também na terça, às 13h40. Por último, na quarta-feira (28), às 18h15, o Estado recebe 72.540 doses da Pfizer.

A remessa da AstraZeneca será utilizada apenas para aplicação da segunda dose. Já Coronavac e Pfizer serão utilizadas tanto para aplicação da primeira dose, quanto para a segunda.

Confira o cronograma:

  • AstraZeneca (Fiocruz) – 171.750 doses (todas para D2) – terça-feira (27) às 13:40
  • AstraZeneza (Covax) – 36.100 doses (todas para D2) – terça-feira – (27) às 10:20
  • Coronavac – 113.600 doses (56.850 D1 e 56.850 D2) – terça-feira – (27) às 10:20
  • Pfizer – 72.540 doses (32.760 – D1 e 39.780 D2) – quarta feira – (28) às 18:15

Santa Catarina registra menor número de casos ativos de Covid-19 de 2021

O boletim diário da Covid-19 deste sábado (24), trouxe a informação de que há 14.821 casos ativos em Santa Catarina. É o menor número já registrado em 2021, abaixo dos 14.899 do dia 17 de fevereiro, que era o mais baixo até então.

O governador Carlos Moisés atribui a diminuição no número de casos ao avanço da vacinação. “O nosso principal foco no enfrentamento à pandemia tem sido levar a vacina ao maior número possível de catarinenses, avançando tanto nos grupos prioritários quanto nas faixas etárias. À medida em que as doses chegam ao nosso estado, elas são rapidamente distribuídas aos municípios”, afirma o governador.

Atualmente, Santa Catarina é o quinto estado do Brasil com o maior percentual da população totalmente imunizada, com a segunda dose ou dose única. O número de 14.821 casos ativos também é o menor desde 28 de novembro de 2020, quando havia 14.275. 

Cuidados ainda são necessários

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, mesmo com o rápido avanço da vacinação, é preciso manter os cuidados como uso de máscaras, distanciamento, higienização das mãos e ventilação dos ambientes.

Matriz de risco aponta apenas três regiões em nível gravíssimo

A Matriz de Risco Potencial para a Covid-19 divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), neste sábado (24), aponta que uma região, a do Meio Oeste, foi classificada como o risco Alto (Amarelo) para a Covid-19. O mapa mostra que três regiões em estado Gravíssimo (cor vermelha) e outras doze com risco Grave (cor laranja).

Os dados seguem apontando apontando uma melhora consistente nos índices. Nos dados divulgados na última semana, eram sete regiões em nível gravíssimo (cor vermelha).

Apenas as regiões da Foz do Rio Itajaí, Médio Vale do Itajaí e Nordeste permaneceram classificadas com o nível máximo de atenção. Xanxerê, Laguna, Alto Vale do Rio do Peixe e Carbonífera, que na semana passada estavam em nível gravíssimo, conseguiram melhorar os índices nesta semana.

Equipe de Notícias

Hora da Notícia é um jornal online, atualizado em tempo real através do endereço www.horadanoticialitoral.com.br, que disponibiliza informação geral independente e pluralista.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Campeonato Brasileiro

Carregando…

Campeonato Brasileiro

Media of the day

Publicidade

Tabela do Brasileirão

Carregando…

Campeonato Brasileiro